Inovação marca abertura da 14ª FIMMA Brasil

A quinta maior feira do mundo representativa do setor moveleiro abriu suas portas nesta terça-feira, 26, na Fundaparque. A 14ª edição da Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira (FIMMA Brasil) reúne, até o dia 29, cerca de 380 expositores. A abertura oficial contou com a presença do vice-governador do Estado, delegado Ranolfo Vieira Júnior.

A FIMMA Brasil 2019 vai promover o encontro entre expositores e aproximadamente 200 empresários VIPs de todo o Brasil. Durante os quatro dias do evento, gestores de empresas de todos os segmentos circularão, promovendo intercâmbio, fortalecendo parcerias e realizando negócios.

Em seu pronunciamento o presidente da FIMMA 2019, Henrique Tecchio, afirmou que os 25 mil visitantes esperados encontrarão muita tecnologia, novas marcas, novos produtos “Estamos firmes no propósito de apresentarmos aquilo que nos propormos a mais um ano: uma Feira diferenciada, mas também inovadora. Atingimos o objetivo de trazer diversos expositores, totalizando 500 marcas, os quais estimamos que movimentem em torno de US$ 290 milhões em negócios. Apenas em Bento Gonçalves, a Feira deixará R$ 15 milhões, provenientes do turismo de negócios”, destacou.

A Feira inovou ao reunir em solo nacional as principais tecnologias em máquinas e matérias-primas, levando até o empresário e profissional do setor moveleiro brasileiro as mais modernas soluções existentes nos cinco continentes.

O presidente da Movergs, entidade promotora do evento, Rogério Frâncio enfatizou, em seu discurso, o destaque no setor moveleiro em Bento Gonçalves ao abrigar mais de 300 empresas. “A união de empresários nos motiva a seguir cada vez mais adiante nesse processo de reconhecimento da cadeira produtiva moveleira. Cada edição nos mostra o quanto somos pujantes, fortes e sentimos orgulho ao afirmar que a FIMMA BRASIL é uma feira do setor para o próprio segmento”, disse.

Com os olhos do mundo voltados para a feira, o país reforça sua posição em âmbito mundial, colocando-se lado a lado às economias mais eminentes e promissoras do globo – e como destino atrativo para receber projetos empreendedores e investimentos, contribuições para o desenvolvimento sócio-econômico da nação que o setor moveleiro faz questão de evidenciar.

Ao fazer o uso da palavra, o prefeito em exercício, Aido José Bertuol, relembrou a primeira edição da FIMMA, quando atuava como prefeito. “Estou alegre pela oportunidade de retornar a inauguração da feira, após 26 anos. Fico muito grato a todos que passaram pela presidência do evento, pois Bento é o que é hoje graças a FIMMA Brasil que movimentou o nosso setor moveleiro, e, com ela junto a Movelsul e ExpoBento, a cidade deu um salto no turismo”, frisou.

O setor moveleiro gaúcho é composto por 2.640 indústrias moveleiras, empregando mais de 35 mil pessoas e com um faturamento aproximado de R$ 7 bilhões. Em seu pronunciamento, o vice-governador, delegado Ranolfo Vieira Júnior, enalteceu que o Estado é responsável por 20% da indústria moveleira do país e, nesse todo, o município de Bento Gonçalves representa 6% da indústria moveleira do país. “Deixo aqui meu reconhecimento, que, desde 1993, a cidade produz essa grande Feira, ampliando o uso da tecnologia e dinamismo para a indústria gaúcha”, reiterou.

A abertura da 14ª FIMMA Brasil contou com a presença de Secretários Municipais, o presidente da Câmara de Vereadores, Rafael Pasqualotto, vereadores, empresários, representantes de entidades, associações, órgãos de segurança pública e imprensa.  

Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura 

Fotos: Franciele Gonçalves e Laura Kirchhof 

Deixe uma resposta