Período de celebrar a vindima 2020 abre oficialmente em Bento Gonçalves

O tempo é de celebrar a vindima, de festejar o resultado do trabalho de muitas famílias e trabalhadores, que fazem do cultivo da uva sua fonte de renda e de desenvolvimento econômico para Bento Gonçalves e região. A 11ª Estação Vindima foi aberta oficialmente nesta sexta-feira, 17, embalada pelo hino de Bento Gonçalves, entoado pelo Coro da Fundação Casa das Artes.

Promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, o período atrai milhões de visitantes a cada ano. Somente em 2019, foram registrados 354.753 visitantes no município. “Vivemos um momento muito importante, mas antes teve muito trabalho no interior do nosso Município. Estar no meio da cidade e sentir cheiro de uva é o que torna esse dia mais especial, mesmo lamentando o período da estiagem, celebramos a permanência do fruto, a garantia da preservação da nossa história, e que possamos levar a qualidade de viver e o respeito às nossas origens para todos os cantos”, enfatiza o secretário titular da pasta, Rodrigo Ferri Parisotto. 

A solenidade foi marcada também pelo lançamento do catálogo de Bento Gonçalves no pacote CVC. Após 25 anos, a cidade passa novamente a figurar na vitrine do turismo brasileiro, fazendo parte do completão da empresa. As tratativas para oferta exclusiva da cidade gaúcha na maior operadora de viagens do país começou no ano passado. “Um trabalho que iniciou há muito tempo com a Giordani Turismo nas páginas deste catálogo divulgando a Maria Fumaça e Epopeia Italiana, mas hoje me emociono em poder participar deste marco histórico em que Bento vai para as páginas deste livro, que será distribuído em 1.300 locais. Um trabalho que contou com o empenho do prefeito Pasin, do secretário Rodrigo, que acreditaram e foram até São Paulo buscar a realização deste sonho”, destaca a gerente comercial da Giordani Turismo, Gabrielle Signor Rodrigues.

Representando a CVC, a executiva de Produto Terrestre Nacional Sul e Centro-Oeste, Paula Roratto, ressalta que “a CVC já é muito consolidada na Serra Gaúcha e nosso objetivo é que o passageiro se hospede na cidade e que conheça o destino”.

O presidente da Câmara de Vereadores, Rafael Pasqualotto, enalteceu que toda população deveria viver o período da Vindima. “Uma vez ao ano pelo menos o bento-gonçalvense deveria sair da sua casa e ir a um parreiral para entender que, antes de qualquer coisa, Bento nasceu ‘debaixo de um parreiral’. Então, costumo conjugar o verbo ‘vindimar’. Não esqueçamos que Bento só chegou onde está por causa de nosso agricultor!”, reitera.

Participar da colheita em meio às videiras, desfrutar de um passeio pelas estradas do interior, colher a uva no parreiral e degustar bons vinhos são algumas das atrações que fazem parte deste evento, que reúne uma variada programação até o dia 29 de março.

Para o prefeito Guilherme Pasin, a festa na área Central reúne representantes de todos distritos, que se unem para celebrar este período tão importante para a cidade. “Amo muito essa cidade e justamente por isso estamos reunidos, pois vocês fazem ela ser maravilhosa. Bento viveu um 2019 incrível! Consolidamos a Festa da Música, Festival de Balonismo, fomos sede para o encontro do Mercosul. A cidade ficou em evidência e alcançou a condição de destino turístico. Que esse calendário, que hoje se inicia, resuma tudo o que desejamos para s safra dos nossos agricultores: um sucesso”, comemora.

O diácono Miguel Mosena fez a benção às uvas e ao parreiral. Logo após, no local cultivado por Firmino Esplendor e João Tondo na Praça Achyles Mincarone, as autoridades realizaram a colheita simbólica dos primeiros frutos.

As atividades da Estação Vindima ocorrem também nos hotéis, vinícolas e restaurantes que oferecem pacotes promocionais com atrações paralelas. A programação diária já está disponível no www.bento.tur.br.

Estiveram presente os prefeitos de Pinto Bandeira Hadair Ferrari, de Entre-Ijuís Brasil Antônio Sartori, e de Nova Esperança (PR) Moacir Olivatti, representando a Secretaria de Agricultura do Estado, Davi Da Rold, gerente de produtos da CVC, Marcos Pessutto, secretários Municipais, vereadores Volnei Christófoli, Agostinho Petroli, Edson Biasi e Sidinei da Silva. Além de autoridades ligada ao setor. 

Pisa da uva e gastronomia ao embalo de uma boa música

A festa deu sequência com a comitiva de tuc-tuc conduzidos por Nei Tomasi, Vinícola Cainelli, Zucchi e os quadriciclos da Gasper. Na Rua Coberta, a comunidade foi recebida com muita alegria, gastronomia típica das agroindústrias familiares locais e vinícolas. A tradicional pisa para extrair o mosto da uva também marcou presença na Vindima.

A Banda Municipal A Furiosa, The AllPargatas e Vocal Allegro embalaram a festa com um repertório de tradicionalismo gaúcho e pop italiano, fazendo o público cantar junto.  

Novos trajes da 17ª Fenavinho

Os trajes da Imperatriz Bárbara Bortolini e Damas de Honra Ana Paula Pastorello e Sandi Marina Corso da Fenavinho ganharam novas versões para a 17ª edição da festa. A divulgação foi realizada durante a abertura da Vindima. O projeto foi conduzido pela estilista Caroline Ambrosi, que contou com o empenho de mais três pessoas na equipe.

O processo de criação buscou referências em trabalhos desenvolvidos nas edições anteriores e na busca de argumentos históricos, sobretudo relacionados à imigração italiana. Os vestidos possuem tecidos-base mais encorpados, para dar a devida sustentação à parte de bordado e pedrarias, mas o oposto para mangas e golas, onde há um toque mais acetinado. Toda a modelagem das saias é em formato de “A”, que deixa levemente armado.    


Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura 

Foto capa: José Martim Estefanon

Fotos: Laura Kirchhof e José Estefanon   

Deixe uma resposta