Desfile da Vindima traz para Via del Vino o trabalho, a fé e a história de Bento Gonçalves

O barco trazendo os primeiros imigrantes italianos deu início ao Desfile de Carros Alegóricos da Vindima, na Via del Vino, neste domingo (21). A ala abriu passagem para os momentos de história, cultura, fé e trabalho. No total, cerca de 200 figurantes participaram da atividade que reuniu sete carros alegóricos, caminhões e tratores. 

Representantes dos Distritos de Tuiuty, Vale dos Vinhedos, Faria Lemos e São Pedro fizeram parte das alegorias, juntamente com empreendimentos, vinícolas e empresas. “Estamos muito felizes em poder levar para Via Del Vino mais uma edição do Desfile da Vindima. Em cada ala um pouco da nossa cultura, do trabalho e da fé. Uma celebração à Bento Gonçalves”, disse o secretário de Turismo Davi Da Rold. 

Para o Secretário de Desenvolvimento da Agricultura Volnei Christófoli o evento “valorizou a nossa história, mas marcou principalmente o orgulho do nosso agricultor, de quem com muito esforço cultiva o produto que irá gerar o vinho. Marca da nossa cidade. O agradecimento a todos que vieram e fizeram um evento histórico”, disse. 

O evento ainda contou com filó Italiano, Pisa da Uva, Bodegão da Fenavinho e Armazém da Vindima, além das apresentações da Orquestra de Sopros de Faria Lemos, Coro Caminhos de Faria Lemos, Inês Rizzardo e encerrando com o show de Beto e Tobias. 

O que diz quem esteve no evento:

Erick Ribeiro de Souza, natural do Maranhão, e que está morando em Bento há 3 meses, destaca que “gostou muito do desfile, tudo bem organizado e muito bonito. Toda festa está muito bacana, até mesmo a pisa da uva tive a oportunidade de fazer, e foi um momento único e especial. Estou me sentindo muito bem aqui em Bento, também por ter tido uma receptividade sensacional do povo”. 

Para Juliana dos Santos, figurante pelo segundo ano, “é muito legal conhecer um pouco mais sobre a história do vinho e contribuir com a história das vinícolas da nossa cidade. E nesta cidade estou de volta para contribuir mais uma vez com Bento. A gente vivencia a história de nossos imigrantes, nossos antepassados. É gratificante para nós lembrar e comemorar essa data”. 

“Não nasci aqui, mas me criei desde os 12 anos, mas posso dizer que sou uma bento-gonçalvense. É importante contar a história da imigração, porque graças a eles temos essa potência que é hoje a nossa cidade. Estou muito feliz de fazer parte disso através desse belo desfile”,  salienta Edna Maria Casagrande. 

Jatir Dequigiovani, também participou como figurante “é muito gratificante, porque é algo que nós vivemos isso. Hoje estou aqui contribuindo um pouco com essa história, mostrando também a nossa cultura. É um orgulho para gente, mostrar para os turistas a nossa cultura italiana e gastronomia. Tenho orgulho de ser de uma cidade que cultiva a produção de vinho”.

Aline Nascimento, mora há um mês em Bento,  é natural do Pará. “Eu achei bem interessante, é uma coisa diferente para mim, nunca tinha participado, nem tinha visto, é tudo muito novo para mim. Foi uma experiência incrível, bem legal. Eu gostei bastante, porque mostra também a cultura de vocês, que é bem diversa”. 

Tais Antônio Foresti participou pela ala de São Pedro. “Foi bem legal, cada vez que tem esses desfiles temos que representar para mostrar um pouco da nossa cultura. É muito emocionante porque estamos representando as nossas raízes, e isso é muito gratificante”.

Natália Aver ala da pisa da uva, do grupo de dança Nina Aver, representou a tarantela e pisa de uva. “Está sendo incrível, somos todas daqui, e curtimos representar tudo isso com o nosso povo todo. É muito legal toda essa movimentação que a Prefeitura faz para o desfile da vindima. É muito bom participar desses momentos tão especiais”. 

Janete Nodari, moradora de Bento Gonçalves que sempre prestigia os desfiles da vindima. “Nesse ano de 2024, estava muito mais animado, tanto o desfile como no palco do filó. O desfile foi bem diversificado. Gostamos muito da distribuição de uvas e vinho. É muito bonito ver o povo estendendo as mãos para receber as uvas. Também gostamos dos carros alegóricos com objetos históricos, barris, cestos, imagens de santos, tão marcantes para a colonização italiana e, claro, dos personagens que se dedicaram a personificar a imigração. Destaque para a bênção do padre que nos remete à religiosidade da cidade”. 

Erni Ivo Lamb, também morador de Bento sempre prestigia a vindima na cidade. “Está ótimo, tudo bonito. Mesmo sendo descendente de alemães, já vivo há 35 anos em Bento e gosto muito da história da imigração italiana. O desfile representou bem esse aspecto. Gostei do navio com a chegada dos imigrantes porque sabemos que eles trouxeram nas bagagens as mudas de videiras”.

Confira um pouco sobre cada ala.

Ala 01 – A Epopeia dos Imigrantes Italianos 

Nesta ala tem apresentação do barco trazendo os primeiros imigrantes italianos, com a presença de figurantes do Parque Epopeia Italiana, da Giordani Turismo, e do distrito de Tuiuty. Temos a presença do Leão de São Marco, representante da região do Vêneto, e a águia de Trento.

Ala 2- Primeiros dias na colônia 
O carro mostra quando os imigrantes descobrem a cidade que está coberta por uma densa floresta, mostrando o primeiro trabalho das carroças. O carro traz figurantes do distrito de São Pedro,  representado pelas comunidades de São Pedro, São Miguel, Santo Antoninho e Linha Cruzeiro, Santo Antônio e Pedro Salgado.

Ala 03-  A festa das festas, comemora a boa colheita
Aborda sobre a colheita da uva, momento da vindima onde faziam as primeiras festas. O carro representa a festa das festas porque antigamente os imigrantes se reuniam para comemorar a boa safra, colheita. Representam a ala os colaboradores da Vinícola Aurora e do Distrito de Faria Lemos. 

Ala 04- Santo Antônio, o nosso padroeiro 
Neste carro tem a presença do padroeiro de Bento Gonçalves, mostrando que foi um grande elo de ligação religiosa. No carro haverá participação dos festeiros e distribuição do pão bento.

Ala 5- Bento Gonçalves, hoje e sempre
Bento Goncalves, a Capital Nacional do Vinho, terra de gente trabalhadora, batalhadora e empreendedora. Terra da uva, do vinho, dos moveis, da indústria, do comercio, da fé, do trabalho, do bairro, do interior. De imigrantes, das mais variadas origens, de gente que veio construir sua vida, lutar pelos seus sonhos, conquistar. Os voluntários que acompanham a ala são colaboradores da Casa Valduga, da Vinícola Miolo e moradores e produtores rurais do Distrito Vale dos Vinhedos.

Ala 06-  Nossa querida locomotiva Maria Fumaça
Carro mostra a representação da Maria Fumaça que celebrou 30 anos, em 2023. No carro haverá a presença de funcionários da própria Maria Fumaça que estarão participando dos desfiles como figurantes. A Giordani Turismo traz para Via del Vino uma réplica da Maria Fumaça especialmente para o Desfile. 

Ala 7- Gaitas e Caminhão da Fenavinho
Carro que faz uma homenagem à história da gaita Todeschini que revolucionou a questão da música e cultura Itálo-gaúcha.  A ala apresenta a Corte e a diretoria da nossa Festa Nacional do Vinho, a FENAVINHO, e o gaiteiro Jeverson Carelli. 


Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: Rodrigo De Marco e José M. Estefanon